Homem é preso suspeito de matar ex-mulher em Araguaína e ficar seis horas sozinho com o corpo, diz polícia

 Homem é preso suspeito de matar ex-mulher em Araguaína e ficar seis horas sozinho com o corpo, diz polícia

Faca foi encontrada no quintal da casa pela polícia — Foto: Divulgação/Polícia Civil

No local do crime a polícia encontrou uma camisinha aberta. A arma do crime estava escondida em uma pilha de tijolos nos fundos da casa.

A Polícia Militar de Araguaína prendeu um homem de 54 anos suspeito de matar a ex-mulher. A vítima foi identificada pelo IML como Elizanya dos Santos Rodrigues, de 41 anos. Ela foi encontrada dentro de casa no setor Parque Bom Viver na manhã desta quarta-feira (24). O ex-marido negou o crime e disse que encontrou Elizanya já morta por volta de meia-noite e meia. Ele não explicou porque teria levado mais de seis horas para chamar a polícia após encontrar o cadáver.

Vizinhos contaram para a PM que foram acordados no começo da manhã pelo homem dizendo que tinha encontrado a mulher morta e pedindo ajuda para dar partida em uma motocicleta. O casal estava junto há 20 anos e entrou em processo de separação há cerca de três meses.

A Polícia Civil informou que Elizanya tinha um ferimento feito a faca na região do peito. Durante as buscas na casa, os policiais militares encontraram uma embalagem de camisinha aberta e também o que seria a arma do crime: uma faca ensanguentada que estava escondida em uma pilha de tijolos no quintal dos fundos.

Diante da situação, o caso foi encaminhado para a equipe da 2ª Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (2ª DHPP). O delegado Adriano de Carvalho disse que ouviu vizinhos e parentes do casal e que encontrou contradições no depoimento do ex-marido. Ele foi preso suspeito de feminicídio e levado para um presídio de Araguaína.

A Polícia Científica foi acionada para fazer uma perícia na casa em que a mulher morava. O corpo de Elizanya dos Santos Rodrigues foi liberado para o enterro durante a tarde.